Livro com páginas em formato de coração.
A arte de ler
8 de novembro de 2017

Natal e Praça: chance para a esperança

presépio de natal

Na tarde de quarta-feira, 06/12, tive a oportunidade de participar de uma reunião na Casa Civil, coordenada pelo Secretário de Estado Fabiano Pereira, juntamente com representantes do Ministério Público, do Tribunal de Justiça, da Secretaria da Cultura do Estado, da Secretaria de Obras da Prefeitura de Porto Alegre e do EPAHC. O assunto tratado foi sobre a Praça da Matriz e seu entorno, ou como é oficialmente denominada, Praça Marechal Deodoro, uma vez que está sendo entregue a obra de limpeza e recuperação do monumento central no mês de janeiro de 2018.

O Secretário Fabiano abriu a reunião pedindo que eu fizesse um relato de como temos visto todas as situações complicadas que envolvem hoje este espaço. Como fui indicado por Dom Jaime para esta reunião, relatei que como Igreja temos a preocupação e a intenção de fazer um trabalho mais amplo e de parceria em todos os sentidos. A revitalização da Praça é fundamental, portanto, exige melhorias físicas profundas. De outro lado é preciso pensar em um trabalho adequado com os moradores de rua, com um trabalho de inclusão em todos os sentidos. Não basta um trabalho de “higienização”, simplesmente levando-os para outro lugar da cidade e trocando o problema social.

Neste sentido os demais participantes da reunião também se manifestaram e concordaram com um trabalho amplo que possa servir de modelo tanto no que tange à revitalização da Praça como um todo (limpeza, jardinagem, iluminação, segurança, entre outros itens), como também no aspecto de ser um espaço para as pessoas. Ou seja, um lugar de convívio aprazível, humano, de encontro das pessoas, famílias, jovens e vovôs e vovós, oportunizando rodas de chimarrão, realização de festa junina e outros eventos que literalmente humanizem aquele espaço e seja atraente para todo e qualquer cidadão.

Acredito que este grupo de trabalho conseguiu de forma muito madura e sintonizada olhar para frente contemplando um trabalho bastante amplo sobre a Praça. Além disso, ficou acertada a data de 19 de dezembro de 2017 para o evento natalino, às 20h, que inicialmente está programado para ser realizado no espaço da Praça. Se algum contratempo acontecer entra em ação o plano B, de fazer o evento na Catedral.

Enfim, o Natal se aproxima e, como festa que celebra a entrada do Filho de Deus na história humana, pelo mistério da sua Encarnação, acredito em tempos melhores e de esperança. Precisamos unir forças, sair dos nossos “mundinhos” e visões estreitas, ampliar horizontes e sermos efetivamente sujeitos e agentes de uma transformação social que sempre é continua.

Que o Menino-Deus nos abençoe e nos ajude na missão de fazer de Porto Alegre uma cidade melhor, humanizada, amorosa, cuidadora, e enfim, digna do seu nome.